adolescentes show

Decisões de Juíza da vara da infância e juventude ganham repercussão em Ilhéus

Tudo começou com a proibição da entrada de menores no show de Igor Kannário, que aconteceria na Concha Acústica de Ilhéus.  A juíza de Direito Sandra Magal Brito Silva Mendonça, da Comarca de Ilhéus, proibiu qualquer possibilidade de acesso de crianças e adolescentes, ainda que acompanhados dos pais ou responsáveis no show. A juíza acatou um pedido do Ministério Público, que ajuizou uma ação civil pública com pedido de antecipação de tutela contra o município de Ilhéus e o artista Anderson Machado de Jesus, o Igor Kannário.

O mesmo aconteceu no Forró das Antigas no início do mês de maio, onde foi barrada a entrada de menores mesmo que acompanhados dos pais. Na portaria do evento, confusão generalizada e revolta por parte de quem havia adquirido ingressos. Os mesmos alegaram que não houve informação a respeito da proibição.

Neste último fim de semana, outra decisão. Desta vez com a festa denominada “AYVUAR PSY PVT”, que traduzida significa “Psicodélicos Privados” estava anunciada para ter a duração de 11 horas, com bebidas alcoólicas livres (Open Bar) e, segundo informa a juíza na Ação Civil Pública ajuizada, atendendo pedido do Ministério Público, o evento apresentava  possibilidade de venda e consumo de drogas psicodélicas no local. Na decisão, a juíza pediu antecipação de tutela, como forma de embargo à festa, contra a empresária Eline Luz, responsável pelo evento. A festa aconteceu, mas sem a presença de menores.

Agora, a bola da vez é o Forró do Batuba. Um dos assuntos mais comentados nas redes sociais é a festa que acontece no próximo dia 4 de junho, com Wesley Safadão, Harmonia do Samba e Lordão. Diversos adolescentes estão receosos acerca de uma possível fiscalização por parte da vara da infância, não permitindo a entrada de menores na festa.

Em toda publicidade do Forró, é informado que a festa é proibida para menores de 18 anos. Porém, a fiscalização é feita por parte dos agentes do juizado e não pela produção do evento. Ao público que está ansioso, resta aguardar a decisão judicial.

14 Comentários

  1. 26 de maio de 2015

    tenho 17 anos e minha prima 16, fomos pro forro das antigas acompanhadas por minha mãe, o conselho tutelar queria porque queria que fossemos embora, armaram á maior confusão do MUNDO! Depois de quase 2 horas e meia eles falaram que poderíamos ficar pra ver o show! Isso tá ficando chato pra cacete! Vi uma menina de 16 tb lá no forro que passou pela mesma confusão, falaram que iriam levar ela pro cara lá do evento, só pq a menina tava com os tios? Só depois de meia hora o tio dela que é da policia convenceu os conselheiros pra ela ficar na festa! Fizeram marcação serrada na menina que nem com o namorado dela podia ficar pq eles estavam na cola! Agora quero ver a maioria de menores entrar no forro do batuba! Isso é revoltante!

    Responder
  2. Maria de Casia Azevedo lima
    26 de maio de 2015

    Esta juíza tem que receber uma medalha

    Responder
  3. lucas
    26 de maio de 2015

    Essa juiza proibindo os menores de ir pra uma festa simples, pq nao vai ate o prefeito e entra em acordo concreto de fazer espaços de lazer para os adolescentes ?? Pista de skate virou ruinas
    Nao tem quadras poli esportivas na avenida adequada para os jovens se divertirem
    Avenida nao tem muita segurança para os jovens trafegarem por ali
    Tinha que organizar projetos para os jovens , so pensando em tirar as coisas , depois que a maioria entra no caminho errado da vida fica se perguntando o porque entraram …. uma festa nao vai fazrr com que seus filhos virem vagabundos , putas e etc , a juventude hoje em dia esta cada vez mais avançada

    Responder
  4. LUCIENE
    26 de maio de 2015

    Parabenizo a Juiza por esta decisão. Já estava na hora,pois não aguentava mais vê adolescentes de 15, 16 e 17 anos alcoolizados , caindo pela festa. Chega do jeitinho brasileiro de resolve as coisas e seguir o que a Lei e a justiça decide.

    Responder
  5. A favor da lei
    27 de maio de 2015

    Se já diz que é só para maior de 18 anos, o que menores vão fazer por lá?
    A lei deve ser cumprida.

    Responder
  6. Jr
    27 de maio de 2015

    Sabe o nome disso? P R E S E P A D A , ai tá dizendo que tem venda de droga? N. Essa juíza ta de graça com a cara dos menores de idade né? Pq pera lá antes era livre sendo que fosse acompanhado por responsáveis e ninguém virou vagabundo, drogado ou puta por causa disso, agora criar algo para nós jovens terem “o que fazer” ninguém cria, depois pergunta pq os jovens de hoje estão assim. Eu entendo que muitos bebem e ficam lá caídos no chão igual idiotas, mas não podemos punir todos por causa de 1,2 até porque pessoas como eu civilizadas não tem esse costume, poderia propor de haver fiscalização dos menores e punição se algum deles estivesse cometendo algo classificado como errado (como beber,se drogar e afins) para os que são civilizados e vão para curtir o show e ver a banda não se prejudicarem!

    Responder
    • Jujuzinha
      28 de maio de 2015

      Pra não ver que não são 1, 2 que ficam nessa situação, acredito que você deve estar se fazendo de bobo… Sim, muitos viraram vagabundos, drogados e putas por falta de boa educação e criação, e nessa categoria, eu incluo, permitir que seus filhos frequentem determinados tipos de ambientes. Se existe legislação, ela deve ser cumprida. Nada de jeitinhos, porque tem parente que é policial ou tem as costas largas. Errado é errado e não há o que se discutir. E “jeitinho” também é errado!!!

      Responder
  7. Rnata
    27 de maio de 2015

    Olha essa juíza sabe o que é ser responsável já que os pais não tem responsabilidade!!
    Está de parabéns!!!!

    Responder
  8. lu
    27 de maio de 2015

    Boa noite nem com os pais ta liberando e isso mesmo??? Nossa entao os pais não tão sendo responsavel pelos seus filho

    Responder
  9. Rudson
    27 de maio de 2015

    Esta ação da Juíza fere direitos constitucionais do nosso estado de direito, o direito de ir e vir é garantiada por nossa constituição a todos os brasileiros sem excessão, e se os responsáveis legais do adolescente permite a ida do jovem a um show, n é o Comarca q tem o direito de impedir, uma vez q é infudada a proibição de menores por especulação de que ele consumirá drogas no evento, aliás a venda de bebidas alcoólicas a menores de idade já é crime, e caso cometido ele deve ser punido, e não os jovens que são impedidos de ir ao evento.

    Responder
  10. Fernando Correia
    28 de maio de 2015

    Esta de Parabéns a Juíza Sandra Magal Brito Silva Mendonça. Tenho duas filhas, uma de 16 e outra de 17 anos e toda vez que elas voltam desses shows, estão cheirando a bebida, cigarro e outras coisas. Minhas filhas receberam educação suficiente para separar o certo do errado. Mas estes ambientes corrompem os jovens de mente fraca e sem estrutura familiar a encherem a cara de álcool, cigarro e drogas. Sem falar no SEXO que virou rotina entre adolescentes desta idade. Tem que moralizar sim. E quem estiver achando ruim, providencie festas com segurança e respaldo legal.

    Responder
  11. 29 de maio de 2015

    essa Juíza está de parabéns, merece uma medalha de ouro, pérola, diamante e essas validades toda. Parabéns Excelência,,, o país precisa de Juízes igualmente a senhora e se eu te visse na rua, lhe daria um abraço pelo belo serviço prestado em nossa cidada.

    Responder
  12. william
    29 de maio de 2015

    que nada velho cada um sabe o que faz a nova era ja começou e vcs tão ae viajando com o que ja passou o camando er nosso respeita
    mas chega de morte u.u so paz e tranquilidade

    Responder
  13. Karyna
    26 de fevereiro de 2016

    Eu fui no batuba ano passado , quando tinha 16 anos. E entrei , não teve fiscalização alguma.

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *